sábado, 26 de dezembro de 2015

Chega!!! Quero uma cozinha nova!!!

Chegou o fim do ano, e agora?
Como vou preparar todos aqueles pratos para as festas?
Essa cozinha é muito apertada para tudo o que eu preciso fazer.
Socorro...preciso de uma COZINHA NOVA!!!


Se você já disse pelo menos uma dessas frases, é hora de olhar para sua cozinha com outros olhos.

Analisou, pensou e chegou a conclusão que precisa reformar sua cozinha mas não sabe por onde começar?

Aqui vão algumas dicas importantíssimas na hora de projetar a cozinha dos seus sonhos.


Em tempos modernos, a cozinha deixou de ser apenas o local de preparo de alimentos e passou a ser o ambiente de descontração onde se degustam deliciosos vinhos entre conversas e risadas agradáveis entre amigos.


Mas, para que a cozinha dos seus sonhos seja linda, confortável, segura e funcional é preciso atenção em alguns detalhes que farão a diferença no dia a dia e principalmente no resultado final e sucesso do seu projeto.

Qual piso deve ser escolhido para a minha cozinha?
Antes de mais nada pense em pisos que lhe trarão segurança. Pisos antiderrapantes por exemplo, pois o ambiente poderá ter áreas molhadas se caírem líquidos no chão. Resistência e praticidade na limpeza também são itens indispensáveis.

Granito, mármore, enfim; que tipo de pedra deve ser colocada numa bancada de cozinha?
Pense que em algumas vezes ela servirá de apoio para pratos quentes e que também que esse material deverá resistir a manchas como vinhos, sucos, azeites e até molhos os quais poderão cair sobre a pedra.




Atenção especial na iluminação. Uma iluminação adequada pode facilitar por exemplo no manuseio de determinados alimentos além de proporcionar conforto a todos que estiverem no local.
Lâmpadas de Led tem durabilidade de até 25x mais que as lâmpadas comuns, economia de até 90% de energia e até 14 anos sem necessidade de troca (Brilia)

Imagem: Brilia
Use e abuse das tomadas! Com a quantidade de eletrodomésticos modernos no mercado e aparelhos que deixam qualquer chefe de boca aberta, procure deixar sua cozinha o mais funcional possível.

Imagem: Telha Norte
Outra dica importante é pensar na circulação e no conforto durante a execução das tarefas, ou seja, onde deverá ficar a pia, o fogão e a geladeira.
A distribuição em triângulo é a mais utilizada porém, se não for possível existem outras distribuições que poderão deixar sua cozinha funcional com segurança; sendo esse o item primordial a ser levado em conta num projeto de cozinha residencial.



Em resumo, toda cozinha projetada adequadamente torna-se literalmente o espaço mais gostosos da casa!

O prazer na arte de elaborar pratos deliciosos ao lado de bons amigos, entre um bom papo e risadas gostosas; tudo isso faz da cozinha a queridinha da casa.

Pense nela com muito carinho e bom apetite!!!



 

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Pneu vira Piso

Imagem: Diário do Verde
Preocupadas com a qualidade de vida e com o planeta, nós da Dois Olhares Design & Organização em nossos projetos procuramos inserir nos ambientes produtos com qualidade e que acima de tudo tragam conforto e segurança aos nossos clientes.



Imagem: Studio do Piso

Imagem: Aubicon
Playgrounds, academias, brinquedotecas, áreas de recreação infantil, pistas de caminhadas, áreas de circulação e outras onde a segurança é algo imprescindível, trabalhamos com a linha de pisos ecológicos Impact Soft, produzidos com grânulos de pneus usados.
Ideal quando se trata de conforto e segurança em áreas externas por suas características antiderrapantes e amortecedoras de impacto, o produto é fabricado no Brasil com reciclados e recicláveis e por muitos anos já é utilizado na Europa e Estados Unidos.
Imagem: Aubicon
Com alto amortecimento, excelente durabilidade, sem perder espessura, com variedade de cores vibrantes e estáveis, além de fácil instalação, o produto nos permite criar ambientes agradáveis, bonitos e acima de tudo confortáveis.
Imagem: Casa.com.br

Em parceria com a empresa Studio do Piso, levamos até os clientes produtos de qualidade e com a consciência de que beleza, conforto e segurança andam sempre de mãos dadas.

domingo, 15 de novembro de 2015

Por que Rosa ou Azul?




Sempre que conversamos com algumas mães quando o assunto é quarto de criança, aparece aquela velha dúvida: o quarto da minha filha deve ser rosa ou lilás???...ou então, o quarto do meu filho deve ser azul ou verde???
















Quando projetamos um quarto infantil, nossa preocupação vai muito além das cores, pensamos no espaço como um todo. 

Um lugar para lazer, diversão, estudo, concentração, descanso, aconchego, além de algo fundamental; a segurança.

Estimular o conhecimento, a criatividade e a independência da criança são detalhes que devem ser estudados minuciosamente; por isso quando se fala em projetos de interiores para quartos infantis o estudo vai muito além das cores...
...mas, se falando de cores, vamos à elas!

Elas são grandes aliadas num projeto, porém devem ser combinadas para que o resultado seja um ambiente agradável, alegre e ao mesmo tempo relaxante.











Cores vivas transmitem alegria, movimento, agitação, já as cores suaves trazem aconchego, calma e tranquilidade; portanto busque o equilíbrio colorindo apenas uma das paredes e deixando as outras em tonalidades claras.



Outra dica econômica e que dá destaque ao quarto é o uso de papéis de parede. Além de serem muitas as estampas, a aplicação rápida e sem sujeira dá um toque todo especial no ambiente.









Mas, se você não quer investir em paredes coloridas, aposte em objetos como puffs e poltronas que, além de darem destaque na decoração trazem o conforto e aconchego para os pequenos.



No próximo post abordaremos assuntos relacionados a disposição dos móveis, iluminação e também a organização do espaço, com dicas importantes para esse cantinho que acolhe um pedacinho do nosso coração, nosso tesouro, nosso ou nossos filhos!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Mudança de Estação

É a hora de olhar para o seu armário e passar peças adiante, vender, doar e reaproveitar...é o momento de realizar aquela mega organização no seu closet.


Imagem: savingbenji.com
É a hora de separar o que lavar para guardar e onde guardar; cobertores, edredons, casacos...
Uma sugestão para guardar peças grandes sem ocupar muito espaço são os Vac-Bag, da marca Ordene.
Além de ocuparem pouco espaço, protegem as peças de traças, insetos, mofo, sujeira, odores e umidade. Veja como é fácil usá-los!



Comece separando as peças, assim ficará mais fácil. Siga algumas regras básicas e mãos à obra.



DESCARTE
Jogue fora tudo que estiver velho, manchado, rasgado e feio. Pense, se não dá pra você usar não serve para outros também. 

DOAÇÃO
Roupas que estão guardadas há muito tempo, e que toda vez que você olha para elas pensa "um dia eu vou usar" ou "posso precisar dela um dia"; analise há quanto tempo essa(s) frases são ditas por você. Analise também se já não estão fora de moda ou talvez não tenham mais nada haver com seu estilo atual. Doar dá a sensação de leveza e felicidade por estar fazendo a alegria de alguém.

VENDA
Pode ser que você encontre no seu armário peças que foram compradas por impulso ou porque estavam em uma mega liquidação, e nunca foram usadas. Aproveite e faça uma graninha, afinal, são peças novas!

REAPROVEITAR
Mude a cara daquela peça séria, sem graça; customização é a palavra. Aproveite para dar cara nova àquela peça que você tanto gosta mas que já está meio cansada de olhar pra ela.
Procure ideias na internet, revistas e saia por aí de roupa nova sem gastar muito.

Peças separadas é hora da organização, e confesso: é uma delícia essa parte!
Se precisar de uma ajudinha pode contar conosco, teremos imenso prazer em lhe dar ideias e sugestões para que tudo fique bem arrumadinho!!!
No final, sentirá uma satisfação enorme ao ver tudo arrumado além de abrir caminho à novas possibilidades e novas energias.

Um grande beijo e até a próxima!




quarta-feira, 17 de junho de 2015

Curtindo o inverno sem mofo...

Imagem: Pinterest
Nem todas as pessoas apreciam o verão, há quem prefira o inverno!
Muitos dizem ser a estação mais elegante, com pessoas circulando nas ruas em seus belos casacos, botas e cachecóis, outros preferem assistir um bom filme debaixo de cobertores quentinhos e vestindo aquele pijama fofinho ao lado das pessoas que amam, além do tradicional chocolate quente. Huuuummm, que delícia!!!

Imagem: Planodebeleza


Imagem: Atdigital


Mas, o inverno também traz algumas surpresas desagradáveis; os famosos "mofo e bolor".



Imagem: Muitox

Imagem: Neivacoelhoimoveis


Característicos da estação quando os ambientes ficam mais fechados e úmidos, com pouca ventilação e ausência da luz solar; as manchas e o cheiro desagradável tiram o sossego de qualquer pessoa.

Manchas brancas, pretas, verdes e acinzentadas dentro de armários, nas paredes, em azulejos, em tecidos e até em alguns móveis, além de provocarem estragos em muitos lugares também prejudicam a saúde da família e animais de estimação. Dores de cabeça, problemas de pele, crises alérgicas, tosse, coriza e outros são alguns dos sintomas que essas manchas inconvenientes podem provocar.

Mas, antes de tudo, é preciso diferenciar mofo e bolor, só assim será possível lidar melhor com esses fungos e deixar a casa limpa e agradável para curtir as delícias do inverno.

Tanto o bolor como o mofo são causados por fungos; porém enquanto o bolor apenas infecta os objetos, o mofo corrói o material afetado.

Para detectar o sujeito (rsrsrs) se assim podemos dizer, vale analisar algumas dicas para poder resolver o problema.

Bolor é o fungo em estágio inicial. Uma camada em alto relevo de cor acinzentada e que pode se espalhar rapidamente. Pode ser eliminada com um pano úmido ou mesmo escovando o local.

Mofo é o fungo em estágio avançado com alguns pontinhos pretos e mais difícil de sair se estiver em superfícies porosas. Se desenvolve em ambientes quentes e úmidos, sem muita circulação de ar, isso explica o fato de aparecerem em banheiros e despensas. Vale ficar atenta quando observados em paredes, pois podem haver vazamentos do encanamento ou até problemas na tubulação de ar condicionado.

Para prevenir e evitar esses indesejáveis probleminhas, algumas pequenas ações poderão ser úteis.

Sempre que possível deixe as portas dos armários, closets e gavetas abertas, além de portas, janelas e cortinas. 

Boa circulação de ar, além da luz solar baixam a umidade do ambiente favorecendo o desaparecimento e impedindo o desenvolvimento do mofo.


 
Imagem: Poetalinovitti


Cobertores, edredons, travesseiros, casacos e blusas de lã guardadas em armários e closets devem ir ao sol sempre para evitar o cheiro forte do bolor.

Imagem: Mundodastribos

Imagem: Lavanderiaportugal


Encontrados os inimigos é hora de partir para o combate e, para isso, tanto os produtos caseiros como industrializados são muito bem-vindos.

Água sanitária, vinagre branco, limão e giz branco (de quadro negro) podem auxiliar na remoção das manchas e também na prevenção. 

No mercado existem vários produtos à disposição, de várias marcas e preços, sempre é bom dar uma pesquisada antes.



Para remover mofo das paredes faça uma mistura de alvejante com cloro e água (uma parte de alvejante para três partes de água) e esfregue a área enxaguando em seguida. Lembre-se de usar luvas e até máscara para o rosto, pois a mistura pode causar reações alérgicas.

Se a mancha for intensa utilize alvejante puro borrifando diretamente na parede e limpando com pano.

Imagem: Limpezasdomesticas

Imagem: Nossagent

Uma vez por mês limpe o armário com vinagre ou Lysoform Bruto. Vinagre é excelente para tirar o cheiro do mofo. 

Misture 1 copo de água com 1 copo de vinagre branco e borrife no armário. Esfregue com pano seco, espere secar e verá que o odor saiu.

Dica: faça sachês perfumados e coloque no armário. 

Imagem: Bolsademulher
  
Imagem: Elo7

Imagem: Todaperfeita

Para retirar manchas de tecidos, os produtos mais usados são o vinagre branco e o suco de limão misturados. 
Aplique na mancha, deixe no sol por algumas horas, e lave normalmente separada das outras roupas.

Para tecidos coloridos, toalhas de banho e de rosto, mergulhe a peça em leite fervendo até sumir o mofo e depois lave com água morna e vinagre branco.

Tecidos sintéticos ou seda, molhe num banho de leite e depois lave-os com sabão neutro.

Pesquisando no google é possível encontrar muitas dicas de remoção de manchas e também informações sobre o problema, porém a ideia desse post é trazer informações sobre o assunto com dicas para higienização e principalmente bem-estar e qualidade de vida; sendo estes os focos principais do blog "chique e simples". 

Esperamos assim ter colaborado e esclarecido algumas dúvidas...

Um grande abraço com carinho e que o inverno chegue trazendo aconchego, paz, tranquilidade e amor; para aproveitarmos as delícias da estação ao lado de quem amamos.  




quarta-feira, 3 de junho de 2015

Fios pelo chão?

Fonte: Getty Images

Fios jogados pelo chão, às vezes escondidos atrás de algum móvel ou até aparecendo, podem ser um problema.

Além de dificultar na limpeza, acabam com qualquer decoração, sem falar na segurança e também nos danos que esse “emaranhado” pode causar aos aparelhos eletrônicos.

Pensando nisso, resolvemos dar algumas dicas de como organizá-los mostrando alguns produtos existentes no mercado para esse fim.

Canaletas de PVC tem duas partes, uma que é fixada na parede por onde passam os fios e cabos e a outra faz o efeito tampa, encaixando sobre a primeira. Sua vista é aparente, porém pode ser pintada da cor da parede para ser disfarçada ou então, escondida atrás dos móveis.



Rodapés de madeira é uma outra opção e são feitos com a parte de dentro arredondada para a passagem dos fios, que podem chegar até o lugar desejado.

Fonte: Durafloor.com.br

Fonte: madeiramadeira.com.br

A marcenaria que é muito usada em painéis para tvs, facilita muito na distribuição dos fios, já que todos ficam embutidos na parte posterior do móvel, além de existirem no mercado perfis para passagem de fios próprios para móveis.



 Tubo espiral para fios é uma opção para não deixar aquele monte de fios jogados pelo chão. Agrupa uma quantidade grande de fios e facilita na limpeza.



Abraçadeiras plásticas são resistentes e práticas para amarração de fios e cabos elétricos. Em diversas cores e com preço baixo é ideal para fios longos. Também tem as abraçadeiras divertidas, veja como são lindinhas!



Fitas de velcro (dupla face) são vendidos em várias cores, são fáceis de colocar e podem ser reutilizados inúmeras vezes. 



Para organizar fios dentro das gavetas o ideal é usar os sacos plásticos com fechos ziplock transparentes como esses da imagem. São encontrados em qualquer casa de embalagens. 




Outros organizadores estão disponíveis também em várias lojas e sites, é o caso dos bonequinhos acrobatas encontrados no site MochaÉ só colocar o nome do aparelho e fixar no seu respectivo fio


No site Ebay também é possível encontrar vários outros modelos como os demonstrados abaixo.







Fonte: morandosemgrana.com.br

Fonte: morandosemgrana.com.br

Fonte: morandosemgrana.com.br

Fonte: morandosemgrana.com.br

Fonte: Cablox.com